Notícias quentes
Surgem rumores do Zelda para Wii U

Surgem rumores do Zelda para Wii U

E os rumores são beeeeem interessantes. A lista é a seguinte:

    • O jogo estaria usando o estilo gráfico da tech demo da E3 2011, que seria, então, uma versão pré-alfa do título. Historicamente isso seria falso, visto que das outras vezes também foi mostrado um Zelda realista e acabamos tendo um Zelda artístico (vide mimimi do Wind Waker). Porém…
    • O jogo é uma sequência direta de Twilight Princess. Se isso for verdade, reforçaria a história da arte realista acima, a mesma utilizada na linha do Twilight Princess. Aliás, sequências diretas na série são conhecidas por manter as mesmas características e estilo.
    • O jogo será de Mundo Aberto, conhecido como Sandbox e popularizado pela série GTA, em um tamanho equivalente ao de Skyrim. Sim, isso confere com rumores que o próximo Zelda gostaria/iria/deveria ter elementos baseados em Skyrim. Com isso, subentende-se que o mundo seja contínuo, gigante, com muita coisa a ser explorada.
    • Reforçando isso os rumores dizem que 70% da equipe de desenvolvimento estaria focada em simplesmente alimentar esse mundo com conteúdo, incluindo side-quests, sub-dungeons e colecionáveis que somam mais que qualquer outro Zelda em 3D. Imagine buscar skulltullas em um mundo assim!
    • Os NPCs seriam dublados em uma língua criada que simularia o Hylian.
    • Não teríamos mais controles de movimento e, sim, a volta dos controles clássicos do padrão GameCube de Twilight Princess. O jogo usaria muuuuito do GamePad do WiiU em uma série de novas formas. Duvido muito que seja diferente, já que a série é conhecida por explorar muito bem essas características de interface dos consoles da Nintendo. Twilight Princess e Ocarina of Time que o diga.
    • O jogo teria 10 dungeons divididas em 2 grupos de 5 dungeons: o primeiro grupo poderia ser completo em qualquer ordem para que o segundo grupo se abrisse, também podendo ser completado em qualquer ordem. Ao mesmo tempo que isso segue a lógica da série de grupos de dungeons com um evento importante dividindo ambos, quebra um pouco a lógica de progresso estabelecida até então.
    • As dungeons seriam “paralelas”: elas estariam interligadas de alguma forma e o gameplay incluiria ir e voltar entre elas para solucionar quebra-cabeças, abrir salas ou até mesmo mudar o layout. Segundo Aonuma, jogar 5 dungeons simultaneamente faria o jogador se sentir em um ‘Water Temple’ gigante. Se isso for verdade, a dificuldade do Water Temple será elevada à uma potência grande o suficiente para tornar o título um separador de homens e meninos. Prevejo muuuuuito chororô por ae!
    • A Princesa Zelda teria um envolvimento profundo na história, o que não aconteceu tanto em Twilight Princess. Isso confirmaria pedidos de jogadores que sentiram em Zelda somente uma coadjuvante, mesmo com o papel importante na sequência final do jogo.
    • O jogo começou a ser desenvolvido no início de 2010, quase 2 anos antes de Skyward Sword ter sido lançado. Ele teria sido desenvolvido inicialmente poro um grupo diferente do de Skyward Sword, mas os grupos teriam se fundido com o lançamento do último.
    • O jogo seria o lançamento de Satoru Takizawa, diretor de arte de Twilight Princess. Isso confirmaria o estilo mais realista do novo Zelda, uma das principais características de TP. Takizawa trabalhou em todos os Zeldas 3D desde Ocarina of Time, foi o designer de todos os chefes do jogo e de Majora’s Mask além de Ganondorf e Moblin em The Wind Waker. Com esse portfolio, poderíamos esperar batalhas épicas como a de Volvagia, Barinade, Twinrova, Goht e Twin Moldworm.
    • O jogo teria co-op online como uma versão 3D de Four Swords, com dungeons, inimigos, itens e túnicas na forma de DLCs pagos. Véi, sinceramente falando, eu pagaria fácil por isso!

Por fim, os rumores dizem que a grandiosidade do título fará com que seu anúncio seja feito em 2014, provavelmente na E3.

Se isso se confirmar, teremos um divisor de águas na série, algo a se comparar com Ocarina of Time. Até lá, porém, tudo é rumor. Ficaremos de olho!

via Zelda Informer

Curta O Gamer no Facebook!

Sobre Tiago Frossard

Analista de Sistemas por formação e gamer por opção. Fascinado por interatividade, gameplay, jogos em 2D e MMORPGS, não tem se maravilhado muito dos jogos AAA da atualidade, que parecem seguir sempre uma fórmula de vendas e pouca inovação. Para ele, nada melhor que um bom indie para passar o tempo.